Como incomodam essas teimosas gordurinhas localizadas que se instalam normalmente no inferior de abdome (pochete), nas dobrinhas sobre o sutiã, no interno das coxas, nos culotes, na parte inferior do glúteo (bananinhas), e em tantas outras partes que só nós sabemos. Apesar de uma dieta saudável, atividade física e exercícios localizados, as gorduras localizadas podem persistir. A aplicação de medicações específicas que causam lipólise da gordura e posterior absorção desse tecido é um tratamento recente com bons resultados. É importante não expor-se ao sol durante o tratamento para evitar manchas, pois podem ocorrer pequenos hematomas após a aplicação, além de dor leve no local durante alguns dias e possível edema.

Com a aplicação das medicações corretas em pontos estratégicos também é possível gerar o efeito de emagrecimento facial, lembrando sempre que na face a quantidade de nervos é muito grande, o que aumenta o risco do procedimento, se não realizado de maneira cuidadosa e segura.

Os efeitos desse procedimento aparecem após algumas sessões, e tão importante quanto degradar a gordura é atentar-se para a flacidez de pele no local que poderá ocorrer pela diminuição do volume. Desta forma, é indicado associar medicações que quebrem as gorduras com outras que estimulem o colágeno, na maioria dos casos. Por vezes, outros procedimentos para estimulo de colágeno devem ser associados para melhor resultado, como bioestimuladores de colágeno, ultrassom microfocado, laser de CO2, microagulhamento, afim de evitar a possível flacidez.