As estrias são cicatrizes que trazem incomodo estético a muitos pacientes. Pode ser tratadas, inicialmente, com o controle do aumento de volume corporal, gorduroso e muscular, e com uso de cremes, porém com resultados pouco expressivos.

Com maior eficácia, mas não em caráter definitivo e 100% corretivo, pode-se  utilizar de tecnologias luminosas (laser), peeling, intradermoterapia, microagulhamento elétrico, MMP ou drug delivery, sendo que a associação de técnicas é a melhor opção para resultados mais relevantes.