Uma das doenças mais frequentes do consultório, mas, felizmente, com elevados índices de resolução espontânea. Sabe-se que na queda capilar fisiológica pode ocorrer perda de 50 a 100 fios por dia, quando essa média é ultrapassada temos, então, o eflúvio telógeno, normalmente sem nenhuma lesão específica do couro cabeludo ou do fio.

No eflúvio telógeno, em 70% dos casos é possível determinar o fator causador da queda, como febre, infecções, emagrecimento, dietas restritivas, cirurgias ou estresse. Quando um caso necessita tratamento com medicações orais ou intradérmicas, é importante que sejam feitos exames complementares específicos para guiar a terapêutica de maneira adequada.